Fórum do Choro do RS encerra em Pelotas com muitas atrações

postado em: Cultura | 0

De 16 a 19 de novembro de 2022, aconteceu em Pelotas o I Fórum do Choro no RS com o tema Memória e Diversidade na Contemporaneidade. O evento é organizado pelo Núcleo de Música Popular do Curso de Bacharelado em Música da UFPel e também pelo Clube do Choro de Pelotas.

O evento propõe estimular a produção de conhecimento sobre este gênero musical brasileiro, que na contemporaneidade vem desfrutando de uma ampliação de seu campo de atuação, trazendo o choro para novos formatos e gerações, que se fazem representadas pelos inúmeros polos de produção no Brasil e no Mundo.

Assim, a realização do Fórum valoriza ainda mais as produções desta nova geração de músicos, pesquisadores, instrumentistas e compositores que vem se destacando tanto no estado quanto fora deste, especialmente em Pelotas, onde a tradição do Choro foi desenvolvida ao longo dos anos por Avendano Júnior e seu grupo de amigos tocando no “Bar e Restaurante Liberdade”, sendo inclusive tema de documentário.

Hoje a programação contou com Pátio Avendano Júnior – Mercado Municipal – Sábado (19 de novembro), às 10h. À tarde no Largo do Mercado Municipal – às 16h. Fórum (Evento Gratuito) com palestra às 17h depois às 17h30min Roda de Conversa, 18h30min Roda de Choro e 19h30min Encerramento.

A reportagem da Radiocom conversou com os professores do Curso de Música da UFPEL Raul Costa D Ávila e Rafael Velloso sobre o evento. ” Então esse evento estamos muito felizes podendo realizar hoje no Dia Municipal do Choro conseguindo contemplar diversas atividades como o Fórum Estadual na Quarta-feira . Houve questões muito pertinentes ao choro. A atividade aconteceu no espaço Casa da Música no Prédio da Antiga Estação Férrea. E discutimos durantes esses quatro dias com vários convidados, muito importante pra nós”, relata o prof Raul Costa Dávila.

“Foi maravilhoso um evento de música instrumental brasileiro , de chorinho, desde quarta fazendo conversas, público presente sempre. Acho isso fundamental estar com pessoas que tenham relação com a universidade, com a juventude tocando choro, apreciando. Porque o choro não é só de uma geração mais antiga, mas de todo mundo “, comenta o professor Rafael Velloso.

Ainda no Largo do Mercado ocorreram diversas atrações como :

16h-16h30 – Choro à Trois

16h45-17h15 – Prof. Ludovico

17h30-18h – Banda Democratas

18h15-18h45 – Regional do Rio Grande

19h-19h30 – Paulinho Martins

19h45-20h15 – Regional Avendano Jr.

20h30-21h15 – Clube do Choro de Pelotas.

Reportagem e edição Fábio Cóssio com informações do site Ecult

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.