Datafolha: Lula tem 45% das intenções de voto no 1º turno contra 34% de Bolsonaro

postado em: Eleições 2022 | 0

O ex-presidente Lula (PT), candidato à presidência da República, manteve os 45% de intenções de voto no primeiro turno, segundo pesquisa Datafolha divulgada na sexta-feira (9). Lula também manteve os 48% de votos válidos, excluindo nulos e brancos, critério usado pela Justiça Eleitoral para somar os votos e indicar o candidato eleito. Quem alcança 50% mais um voto é eleito em primeiro turno.  

O presidente Jair Bolsonaro (PL), candidato à reeleição, oscilou dois pontos para cima em relação à pesquisa da semana passada e aparece com 34% das intenções de voto no primeiro turno. Com relação aos votos válidos, Bolsonaro oscilou de 34% para 36% da semana passada até esta quinta-feira (8) e sexta, dias em que o Datafolha fez a pesquisa. 

A simulação de segundo turno mostrou que Lula alcançaria 53% dos votos contra 39% de Bolsonaro. Na semana passada, o placar era de 53% para o petista e 38% para o atual presidente.

Outros dados da pesquisa:

⁃ 60% dos eleitores dos 9 estados do Nordeste declaram voto em Lula e 23% em Bolsonaro.

⁃ 56% dos eleitores que recebem o Auxílio Brasil dizem que vão votar em Lula. Outros 28% em Bolsonaro.

⁃ Entre os eleitores que estudaram até o ensino fundamental, 56% vão votar em Lula a 26% em Bolsonaro.

– Entre as pessoas pretas, Lula tem 54% das intenções de voto contra 25% de Bolsonaro.

⁃ Entre quem ganha até 2 salários mínimos, 50% da amostra do levantamento feito pela        Datafolha, Lula tem 54% das intenções de voto. Bolsonaro ficou estável, com 26%.

⁃ Entre os que ganham de 2 a 5 mínimos, que somam 36% da amostra, há um empate técnico: 41% dizem que vão votar em Bolsonaro é 37% em Lula.

⁃ Entre quem ganha de 5 a 10 mínimos (8% da amostra), Bolsonaro tem 49% das intenções de voto contra 34% de Lula.

⁃ Entre os mais ricos, que ganham mais de 10 mínimos mensais e compõem 4% do eleitorado, Bolsonaro vence com 42%, ante 29% do petista.

⁃ Entre as mulheres, 52% da amostra, o petista oscilou de 48% para 46%, e Bolsonaro, de 28% para 29%.

Intenções de votos dos demais candidatos

O ex-governador do Ceará Ciro Gomes (PDT) oscilou negativamente de 9% para 7% das inenções de voto em uma semana; a senadora Simone Tebet (MDB-MS) empacou nos 5% e está tecnicamente empatada com Ciro.

A senadora Soraya Thronicke (União Brasil-MS) tem 1%.

Não pontuaram: Felipe D’Ávila (Novo), Vera (PSTU), Leo Péricles (UP), Sofia Manzano (PCB), Constituinte Eymael (DC) e Padre Kelmon (PTB).

Pablo Marçal (Pros), que teve a candidatura impugnada e vai recorrer, também não chegou a 1%.

Os votos brancos e nulos ficaram em 4% e os indecisos oscilaram para 3%.

Metodologia da pesquisa 

O Datafolha ouviu 2.676 pessoas em 191 cidades, em trabalho encomendado pela Folha e pela TV Globo.

A margem de erro é de dois pontos percentuais.

A pesquisa está registrada sob o número BR-07422/2022 no Tribunal Superior Eleitora

Escrito por: Redação CUT | Editado por: Marize Muniz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.