12 de agosto: SEEB de Pelotas e Região completa 89 anos de luta em defesa da categoria

postado em: Movimento Sindical | 0

Fundado em 12 de agosto de 1933, o Sindicato dos Bancários de Pelotas e Região tem construído, ao longo dos anos, um histórico de luta em defesa dos interesses da categoria.

Foram muitas as conquistas até aqui. Em 1992, por exemplo, graças a atuação do Sindicato, foi assinada a primeira Convenção Coletiva de Trabalho. Além disso, ainda na década de 1990, outras duas conquistas dos bancários, tão comemoradas, foram obtidas por meio da luta sindical. É o caso do vale-alimentação, em 1994, e da Participação nos Lucros e Resultados (PLR), em 1995; sendo, inclusive, a primeira categoria a realizar este feito.

Em 2003, graças a atuação do Sindicato, os bancários dos bancos públicos de Pelotas e Região conquistaram a mesma PLR dos bancos privados, à exemplo do que ocorreu em todo o país. Nos anos seguintes, mais avanços para a categoria: conquista da 13ª cesta-alimentação, em 2007; da licença-maternidade de 180 dias, em 2009; e da licença-paternidade de 20 dias, em 2016.

Essas são apenas algumas das conquistas, que se transformaram em direitos, e que, a cada ano, junto a outras tantas demandas, são defendias pelos diretores do Sindicato em suas negociações com os bancos.

Em toda sua trajetória, o Sindicato nunca deixou de atuar, também, junto à sociedade civil, em defesa da democracia, tendo resistido, bravamente, ao autoritarismo do Estado Novo, nas décadas de 1930 e 1940, e à Ditadura Militar, de 1964 a 1985.

Hoje, em um momento político que exige a defesa da democracia, novamente, o Sindicato não tem se furtado do seu compromisso com a sociedade de modo geral, alertando a sua categoria para a importância de se mudar os rumos que o país tem tomado, de subserviência aos interesses do capital financeiro, descrença com a saúde e a ciência e autoritarismos de toda ordem.

Durante a Campanha Nacional de 2022, para além das pautas específicas, a direção do Sindicato adotou como prioridade se engajar na luta contra a miséria e a fome, que, infelizmente, voltou a tomar conta do Brasil. As ações solidárias, que têm sido realizadas, em Pelotas, são resultado do entendimento de que somos, todos, seres políticos, e devemos nos envolver ativamente na transformação que queremos ver no mundo, como diria Mahatma Gandhi.

Imbuídos deste ideal, os diretores do Sindicato lembram, por fim, do dramaturgo e poeta alemão, Bertolt Brecht, de modo a saudar cada uma e cada um dos demais diretores que passaram, ou ainda atuam, neste histórico Sindicato, ressaltando que “há homens que lutam um dia e são bons. Há outros que lutam, um ano, e são melhores. Há os que lutam, muitos anos, e são muito bons. Mas há os que lutam toda a vida e estes são imprescindíveis”.

Sigamos na luta, pois só ela muda a vida!

Redação Eduardo Menezes – SEEB Pelotas e Região

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.