Estudo: Brasil pode alcançar imunidade coletiva apenas em 2022

Segundo novo estudo, o Brasil precisa aplicar 196 milhões de doses de vacinas contra a COVID-19 para imunizar toda a população adulta, ou 160 milhões de pessoas. Com o ritmo atual da campanha de vacinação no país, a imunidade coletiva, com imunização de 90% dos adultos, pode ser alcançada apenas no primeiro trimestre de 2022.

A pesquisa foi realizada com base em dados oficiais do Ministério da Saúde por cientistas da USP, da Universidade Federal do Rio de Janeiro e da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, informou nesta quarta-feira (21) o jornal Folha de São Paulo. De acordo com palavras dos pesquisadores, “a velocidade da vacinação obtida até agora, apesar de mais acelerada nas últimas semanas, ainda é inadequada ao cenário epidemiológico do país”. Segundo os dados recentes, 70 milhões dos brasileiros ainda não tomaram sequer uma dose de vacina, ou seja, 44% do público alvo, e apenas 21% dos adultos no país completaram o curso da vacinação recebendo ambas as doses.

Entretanto, o Brasil confirmou mais 1.388 mortes e 54.748 casos de COVID-19, totalizando 545.690 óbitos e 19.474.489 diagnósticos da doença, informou o consórcio entre secretarias estaduais de saúde e veículos de imprensa.

Fonte: Sputnik News

Imagem: Sputnik News

Deixe uma resposta