Bolsonaro desfila de moto em São Paulo, causa aglomeração e é multado pelo governo Doria

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) foi multado pelo governador de São Paulo, João Doria (PSDB), por não usar máscara durante a “motociata” realizada neste sábado (12), pelas ruas da capital paulista. A multa, no valor de R$ 552,71, foi aplicada também ao deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) e ao ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes, que também participaram do ato.

Na última quarta-feira passada (9), Doria havia dito que o presidente seria multado caso não cumprisse as normas sanitárias do estado de São Paulo. No dia 21 de maio, Bolsonaro também foi multado no Maranhão por não usar máscara, desrespeito às medidas no enfrentamento da pandemia do novo coronavírus.

Bolsonaro percorreu de moto um trajeto de cerca de 100 km em São Paulo, enquanto o Brasil tem quase 490 mil mortos por covid-19 até a manhã deste sábado. Assim como em atos anteriores, o presidente causou aglomerações e descumpriu os protocolos sanitários. A Polícia Militar (PM) de São Paulo informou que revistou os motociclistas e que a maioria também estava sem máscaras, além de aglomerados.

A “motociata” em São Paulo já causou um acidente e deixou três pessoas feridas. Duas delas assinaram um termo recusando atendimento e outra, considerada como vítima moderada, está sendo acompanhada.

O ato na grande São Paulo acontece duas semanas após outra “motociata” realizada na cidade do Rio de Janeiro. Na ocasião, Bolsonaro esteve acompanhado do ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello.

Fonte: Sputnik News

Imagem: Sputink News

Deixe uma resposta