Brasil passa de 480 mil mortos por covid-19; Bolsonaro segue campanha contra máscaras

Na quinta-feira (10), o presidente Jair Bolsonaro afirmou ter pedido ao ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, um “parecer” para desobrigar o uso de máscaras para os vacinados contra a COVID-19. Durante a declaração no Palácio do Planalto, o presidente explicou seu pedido pelo objetivo de “tirar esse símbolo, que obviamente tem a sua utilidade para quem está infectado”. “A gente não pode viver numa opressão a vida toda sobre isso aí”, adicionou.

Na noite da quinta-feira (10), Queiroga confirmou que recebeu a solicitação de Bolsonaro, a qual, segundo ele, “acompanha o cenário internacional”. Por exemplo, os Estados Unidos desobrigaram a medida protetora para os imunizados em meados do maio. No entanto, o ministro Queiroga e os especialistas médicos aconselham o uso de máscaras.

Entretanto, o Brasil confirmou mais 2.344 mortes e 89.802 casos de COVID-19, totalizando 482.135 óbitos e 17.215.159 diagnósticos da doença, informou o consórcio entre secretarias estaduais de saúde e veículos de imprensa.

Fonte: Sputink News

Imagem: Sputink News

Deixe uma resposta