Não adianta ‘chorar o leite derramado’, diz presidente sobre mortes

Na quarta-feira (7), o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, comentou o aumento do número de mortes por COVID-19 no país, dizendo que não adianta “chorar o leite derramado”. “Estamos passando ainda por uma pandemia que, em parte, é usada politicamente. Não para derrotar o vírus, mas para tentar derrubar o presidente. Todos nós somos responsáveis pelo que acontece no Brasil. Em qual país do mundo não morre gente?”, disse o presidente durante visita a Foz do Iguaçu.

Demógrafos apontam que o número de mortos se aproxima do número de nascimentos em estados como São Paulo. No mês de abril, as mortes poderão superar os nascimentos nacionalmente, reportou o portal UOL.

O Brasil registrou mais 3.733 mortes e 90.973 casos de COVID-19, totalizando 341.097 óbitos e 13.197.031 diagnósticos da doença, informou consórcio entre secretarias estaduais de saúde e veículos de imprensa.

Fonte: Sputnik News

Imagem: Sputink News

Deixe uma resposta