Sem apresentar provas, Pazuello diz que variante da COVID-19 da Amazônia é 3 vezes mais contagiosa

Pazuello não informou, porém, como foi feita essa análise, e tampouco quais vacinas seriam eficazes nova variante, escreve a Folha de São Paulo. Conhecida como P.1., a nova variante foi identificada no início de janeiro pelo Japão em turistas que vieram de Manaus.

“Comprovamos em Manaus uma nova variante do vírus que e espalha pelo país, uma variante mais contagiosa. Graças a Deus tivemos a notícia clara de que as vacinas têm validade com essa variante ainda. É um trabalho que estávamos esperando chegar da análise do material colhido, mas ela é mais contagiosa, na nossa análise três vezes mais contagiosa”, afirmou.

Recentemente, análises feitas pela Fiocruz apontam que esta nova variante corresponde por 90% dos casos de COVID-19 no estado. Além do Amazonas, a variante também já foi encontrada em amostras de pacientes analisadas em São Paulo e no Pará.

As declarações do ministro sobre a variante ocorreram em sessão do Senado, convocada para que o ministro preste esclarecimentos sobre as ações de combate à pandemia.

Eduardo Pazuello é alvo de um inquérito que investiga se houve omissão da pasta nas ações para evitar o colapso de oxigênio em Manaus.

Fonte: Sputnik News

Imagem: Sputnik News

Deixe uma resposta