Ernesto Araújo é alertado por Bolsonaro, mas ganha ‘segunda chance’ no cargo

Na última quinta-feira (21), o presidente Jair Bolsonaro teria solicitado ao chanceler Ernesto Araújo que reconstrua diálogo com Pequim e deu-lhe “segunda chance” de permanecer no cargo, segundo fonte ouvida pelo jornal Folha de São Paulo.

No entanto, nomes como o do ex-presidente interino Michel Temer são discutidos para substituir Araújo num futuro próximo. Nesta quarta-feira (20), Bolsonaro teria sido informado de que Ernesto Araújo rompeu contato com a Embaixada da China no Brasil em março de 2020, em função de rusga entre o deputado Eduardo Bolsonaro e o embaixador chinês no país, Yang Wanming.

A China é a principal produtora mundial de insumos essenciais para a produção das vacinas contra a COVID-19 CoronaVac e AstraZeneca/Oxford.

Fonte: Sputnik News

Imagem: Sputnik News

Deixe uma resposta