Brasil registra mais de 1.000 mortes pela COVID-19 pelo 3º dia seguido

A pasta contabilizou ainda 56.773 novos casos da doença. Número de pessoas já infectadas pelo vírus é de 7.675.973.

De acordo com o governo, 6.747.065 pessoas se recuperam da doença, enquanto 733.959 casos estão sob acompanhamento. 

Trata-se do terceiro dia seguido em que o número de mortes ultrapassa 1.000. Na quarta-feira (30), o Ministério da Saúde registrou 1.111 óbitos; e, na terça-feira (29), 1.194 novas mortes.

A última vez na qual houve uma sequência de pelo menos três dias com mais de mil óbitos no intervalo de 24 horas foi entre 18 e 21 de agosto.

Início da vacinação não tem data

O Brasil termina 2020 com um aumento do número de casos e mortes pela COVID-19, mas sem ter data definida para a vacinação. Nesta quarta-feira (30), o Ministério da Saúde anunciou que a imunização deve começar entre os dias 20 de janeiro e 10 de fevereiro. 

Na última quinta-feira (31) o governo de São Paulo estendeu até 7 de fevereiro a quarentena no estado. A medida, publicada no Diário Oficial, prorroga pela 15ª vez o decreto originalmente assinado em 22 de março que reconheceu a epidemia da COVID-19.

Também na última quinta-feira (31) o laboratório de diagnóstico Dasa informou que encontrou dois casos de nova variante do coronavírus em São Paulo. Trata-se da mesma linhagem detectada inicialmente no Reino Unido e depois encontrada em diversos países.

Fonte: Sputnik News

Imagem: Sputnik News

Deixe uma resposta