Covid-19 em Pelotas: número de casos entre idosos segue alto

Frequentadores assíduos da região central da cidade e, principalmente, dos bancos públicos e privados, os aposentados seguem como um dos grupos com maior incidência de contaminação pela Covid-19, em Pelotas. Atrás apenas dos profissionais da saúde, os idosos apresentam um alto índice de contaminação, estando à frente, inclusive, dos trabalhadores do comércio. 

Segundo o último levantamento realizado pela Vigilância Epidemiológica, da Secretaria de Saúde (SMS), o percentual de contaminação entre idosos e trabalhadores do comércio já apresenta um distanciamento de 1,9%. Os profissionais da saúde seguem sendo os mais atingidos pela Pandemia, motivo pelo qual o Sindicato – e demais movimentos sociais da cidade – reivindicam à Prefeitura medidas mais rígidas no combate à propagação da doença.

O grande aumento no número de contágios, em Pelotas, na última semana, que foi observado e divulgado pelo Sindicato dos Bancários, reflete a má gestão da crise sanitária na cidade. O afrouxamento nas medidas de segurança, aliado à contemporização da Prefeitura diante do quadro atual, criou uma falsa sensação de normalidade, na população pelotense, que não tem respeitado o distanciamento social.

Somente no dia de ontem, segunda-feira (9), foram registrados mais 40 novos caos de coronavírus em Pelotas. Agora já são mais de 500 novos casos, nos últimos oito dias, totalizando 6.229 pessoas infectadas no município. Isso sem contar outros 509 exames que ainda não tiveram seus resultados divulgados.

Fonte: Seeb Pelotas

Foto: Eduardo Menezes – Seeb Pelotas

Deixe uma resposta