Governo Bolsonaro não irá reconhecer vitória de Biden se Trump acionar Justiça

O governo Jair Bolsonaro não reconhecerá a vitória de Joe Biden nos EUA, caso o atual chefe da Casa Branca, Donald Trump, recorra ao Judiciário pedindo a recontagem dos votos. Diplomatas admitiram existir um sentimento de pressão feita pelo presidente americano para manter a aliança, até o reconhecimento da provável derrota, que pode abalar o bolsonarismo

Demonstrando o seu alinhamento com Donald Trump, o governo Jair Bolsonaro não reconhecerá a vitória de Joe Biden (Partido Democrata) na eleição presidencial dos Estados Unidos, caso o atual chefe da Casa Branca recorra ao Judiciário pedindo recontagem dos votos. No Itamaraty, a orientação é de que não haverá qualquer manifestação caso Biden atinja os 270 votos do colégio eleitora. A informação foi publicada pela coluna de Jamil Chade

O candidato democrata conseguiu ao menos 264 votos do Colégio Eleitoral, contra 214 do atual presidente. A apuração dos votos continua indefinida ao pelo menos cinco estados americanos.

Caso Trump recorra ao Judiciário para se manter no poder, o Ministério das Relações Exteriores brasileiro justificará que o processo não foi concluído e, em consequência, não poderia se antecipar a uma decisão doméstica de um outro país. 

Em Brasília (DF), diplomatas admitiram existir um sentimento de que o governo será pressionado por Trump a manter a aliança, pelo menos até que o próprio presidente americano reconheça a derrota.

Fonte: Brasil 247

Imagem: Brasil 247

Deixe uma resposta