A Violência Contra Mulher em Pelotas

A violência contra a mulher é uma questão global e um problema de saúde pública. Na última terça -feira (8) o programa Contraponto Entrevista conversou com as integrantes do GAMP – Grupo Autônomo de Mulheres de Pelotas, Maria Heloísa Martins e Cecília Hypolito, elas falaram sobre os muitos tipos de violências contra mulheres, física, sexual, patrimonial, moral e psicológica.

Em Pelotas, além de muitos casos de agressões contra mulheres, pichações também podem ser visualizadas em muitos pontos da cidade, inclusive no centro, exaltando o “feminicídio”, e isso chamou a atenção da entidade e de militantes feministas que exigem uma atitude do poder público.

Veja o vídeo da entrevista na íntegra

*Feminicídio é o termo usado para denominar assassinatos de mulheres cometidos em razão do gênero.

Fonte: Núcleo Popular de Jornalismo

Deixe uma resposta