Guedes reconhece fracasso de leilão do pré-sal: “vendemos de nós para nós mesmos”

postado em: Sem categoria | 0

O ministro da Economia, Paulo Guedes, assumiu que o leilão da cessão onerosa do pré-sal não saiu como esperado, mas atribuiu resultado às dificuldades impostas pelo regime de partilha, modelo de licitação criado durante o governo do PT. O ministro ainda assumiu ter ficado “apavorado” com ausência de empresas estrangeiras.

“Estou apavorado é com o seguinte: os 17 gigantes mundiais não compareceram. Não vieram. A Petrobras levou sem ágio. Pagou zereta. Sumiu todo mundo da sala. Ficou só ela lá com o cartãozinho e disse: ‘Eu levo’. O que isso quer dizer? Que nós sabemos nos apropriar dos nossos recursos ou que nós não entendemos até agora a principal mensagem? É o seguinte: ‘Olha, vocês são muito complicados’”, disse o ministro nesta quinta-feira, durante evento no Tribunal de Contas da União (TCU). “Tivemos uma dificuldade enorme para, no final, vender de nós para nós mesmos”, continuou.

Na rodada desta quinta-feira (7), foi vendida apenas uma área das cinco disponíveis nesta quinta-feira (7), sendo que Petrobras e chineses foram os únicos a apresentar ofertas. No leilão da quarta-feira (6), a Petrobras também arrematou sozinha a Itapu, por R$ 1,7 bilhão. Não houve ágio em nenhum dos casos. Ainda, das 14 empresas habilitadas, só sete compareceram ao evento.

Guedes, no entanto, elogiou a estatal brasileira e disse que leilão a fortaleceu. “Dito isso, extraordinário o resultado. Foi o dobro de todos os outros da História. Nossa maior empresa tem um futuro brilhante. Quando anunciaram, o mercado começou a cair e no final começou a subir. Ela (Petrobras) está focada. Ela não está brincando de vender chiclete e picolé em posto de distribuição. Ela está focada em tirar petróleo do mar. Está com a maior fronteira do mundo na mão para ela explorar”, disse o ministro.

Com informações do Globo.

Fonte: Revista Fórum

Deixe uma resposta