Grupo de Estudos sobre Antropologia é criado na UCPel

postado em: Sem categoria | 0

Pensar e repensar as políticas públicas através de quem é impactado por elas. Essas são as principais análises desenvolvidas no Grupo de Estudos em Antropologia e Direitos Humanos da Universidade Católica de Pelotas (GANDH/UCPel). Coordenado pelo professor Tiago Lemões, o GANDH é vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Políticas Sociais e Direitos Humanos (PPGPSDH) e uma ramificação do Grupo Interdisciplinar de Trabalhos e Estudos Criminais Penitenciários (GITEP), ambos da UCPel.

Estudos realizados por meio da etnografia são o eixo central do grupo. Essa metodologia tem por fundamentação uma convivência prolongada e intensa com as pessoas alvos das pesquisas.  De acordo com Lemões, essa forma de pesquisar parte da sua experiência de doze anos como pesquisador, trabalhando com a população em situação de rua, seja em Pelotas ou em Porto Alegre.

Foi por intermédio dessa experiência que ele adquiriu uma nova compreensão sobre as interferências que o Estado realiza nessa população. “Essa vivência me trouxe outra compreensão de como essas pessoas sofrem a intervenção do Estado em seus próprios corpos e quanto isso potencializa a avaliação das políticas publicas”, comenta o antropólogo. Ele ainda destaca que não serão apenas os moradores de rua que poderão ser abordados nos estudos do GANDH, mas toda população segregada – ausência plena de direitos fundamentais, mesmo que existam garantias para tais.

Conforme conta o professor, vários alunos já adotaram a etnografia como metodologia para as pesquisas e o interesse pela antropologia ou tem se interessado pela antropologia. Partindo desse fato, teve então a ideia de intensificar os estudos e a formação desses estudantes nessa área. Dessa necessidade então nasceu o GANDH.

Nesse primeiro momento, o grupo se concentrará em realizar reuniões de formação em antropologia e etnografia. Com reuniões quinzenais, as segundas-feiras pela manhã, o grupo é aberto a interessados. Para isso, é preciso enviar um e-mail para tiago.silva@ucpel.edu.br com um breve resumo que descreva o motivo pelo qual deseja fazer parte do grupo.

Fonte: UCPel

Deixe uma resposta