Esse ano eu não morro: Semana da Diversidade é um grito de resistência

postado em: Sem categoria | 1

50 anos se passaram desde a Revolta de Stonewall, um conflito entre frequentadores de um bar LGBT de Nova York e a polícia. O dia do revide a opressão policial marcou o movimento e foi o precursor de manifestações pelo mundo todo. Em Pelotas, 2019, a luta contra a opressão social continua. Apesar dos avanços conquistados lentamente, a Semana da Diversidade pede o mínimo: que esse ano as vidas LGBTQI+ sejam valorizadas e que haja um basta na violência.

O Conselho Municipal LGBT de Pelotas, após 4 anos de luta pela efetivação da política pública a partir do decreto 6.129, no primeiro dia da Semana da Diversidade de 2019 teve a posse dos conselheiros civis. O militante, historiador e conselheiro LGBT Dan Barbier destacou a importância da consolidação do conselho municipal na busca por segurança, educação e saúde para a população marginalizada.

“Em Pelotas temos uma população LGBT bem considerável e que não tem seus direitos assegurados, por exemplo: A população trans tem um alto número de evasão escolar, é possível contar nos dedos as pessoas trans que conseguem chegar ao final de um curso do ensino superior, além da alta taxa de suicídio”, declara Dan.

Programação da Semana da Diversidade

Podcast Programa Berro

O programa Berro, pauta semanalmente as questões LGBTQI+ nas ondas livres da RádioCom 104,5 FM. Toda quarta-feira às 18h. O último episódio está disponível nos canais de podcast da RádioCom:

Spotify

Apple Podcasts

Google Podcasts

Uma resposta

  1. […] último programa Berro repercutiu a Marcha Griô Sirley Amaro e a Parada da Diversidade de Pelotas. Confira o episódio nos canais de podcast da […]

Deixe uma resposta