Cesto básico aumentou 1,96% em Pelotas, aponta EDR/UCPel

postado em: Cidade, Economia, Mídia, Sem categoria | 0

O valor passou de R$ 849,69 para R$ 866,37. Dos 51 produtos analisados, o frango registrou aumento, assim como o repolho e o tomate.

O custo do cesto básico em Pelotas aumentou em junho. Comparado a maio, o valor passou de R$ 849,69 para R$ 866,37. A pesquisa realizada pelo Escritório de Desenvolvimento Regional da Universidade Católica de Pelotas (EDR/UCPel), no dia 3 junho, apontou variação positiva de 1,96%.

     Dos 51 produtos analisados, 24 apresentaram variação positiva de preço e 27 negativa.  Entre os produtos que tiveram maior suba estão a carne de frango (23%), o sal (16%) e a batata inglesa (13%). Já repolho (-26%), laranja (-16%) e maçã (-14%) registraram variação negativa. Novamente o tomate apresentou aumento significativo, 7%. Ao contrário do mês anterior, a diferença de valor do cesto básico entre os mercados pesquisados teve aumento (6%). A diferença registrada foi de R$ 51,58.

     As despesas do cesto correspondem a uma família de três pessoas, com renda média de um a 21 salários mínimos. A metodologia utilizada para o cálculo foi criada pelo Centro de Estudos e Pesquisas Econômicas da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (IEPE/UFRGS), baseado na Pesquisa Orçamentária Familiar (POF) realizada em 2002/2003 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

     A equipe do EDR/UCPel é composta pelos economistas Tiago Nunes e Ezequiel Megiato.

Fonte: UCPEL

Deixe uma resposta