Antagonista sugere caminho para prender jornalistas do Intercept

Em uma nota publicada poucos minutos depois da Polícia Federal informar ter deflagrado operação que prendeu suspeitos de de envolvimento na invasão de celulares de Sergio Moro e de procuradores da Lava Jato, o site O Antagonista sugere qual é o caminho para prender jornalistas do The Intercept: associa-los ao suposto crime de violação de celulares.

“Atentado à liberdade de imprensa seria, por exemplo, prender os jornalistas que veicularam o conteúdo roubado pelos invasores. A menos, é claro, que os jornalistas em questão tenham participado ativamente do hackeamento”, diz o site. E completa: “Parece óbvio, é óbvio, mas obviedades andaram esquecidas nos últimos tempos”.

Apesar da narrativa do O Antagonista, até agora a Polícia Federal não informou se as prisões tem relação com as informações da Vaza Jato. Segundo a PF, a operação  prendeu nesta terça (23), quatro pessoas apontadas como suspeitas de envolvimento da suposta invasão de celulares de Sergio Moro e de procuradores da Lava Jato. As prisões ocorreram em São Paulo, Ribeirão Preto e Araraquara e foram autorizadas pelo juiz Vallisney de Souza Oliveira, da 10ª Vara Federal de Brasília.

A suposta invasão tem sido usada por Moro para justificar o conteúdo das conversas reveladas pelo The Intercept, que mostram o conluiu de Moro com os procuradores. Ele diz que não reconhece o conteúdo das conversas e que tais mensagens foram adulteradas. No entanto, não apresentou o conteúdo original para justificar. 

Fonte: Brasil 247

Deixe uma resposta