Trabalhadores de hospital gerido pela Ebserh entram em greve no MS

postado em: Sem categoria | 0

Fonte: ANDES-SN *Com informações de Dourados Agora e imagem de UFMS.

Os trabalhadores do Hospital Universitário (HU) da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS) entraram em greve nesta segunda-feira (15) para exigir o pagamento dos plantões dos três primeiros meses do ano. Os meses de janeiro, fevereiro e março coincidem com o início da gestão do HU pela Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), empresa pública de direito privado criada pelo governo federal para privatizar os hospitais universitários.

Por conta da falta de pagamento dos plantões, sessenta e cinco leitos do hospital estão fechados. Uma liminar da justiça que obrigava a Ebserh a pagar os plantões foi descumprida pelos gestores do HU em junho. Assim, o Ministério Público Federal (MPF) peticionou à Justiça Federal na segunda-feira (15), pela segunda vez, a abertura de um prazo de 48h para a realização dos pagamentos. Caso contrário, a Ebserh pagará multa de 50 mil reais por dia. O pedido aguarda análise judicial.

O Sindicato dos Trabalhadores das Instituições Federais de Ensino de Mato Grosso do Sul (Sista-MS) diz que a paralisação pode chegar ao fim se houver o registro do pagamentos no holerite dos trabalhadores. “Vamos manter a greve por tempo indeterminado. Só vamos desistir se os pagamentos forem feitos, com os valores registrados nos holerites”, disse o servidor José Vilela, membro da comissão de greve, ao jornal Dourados Agora.

541b0744590dc

 

 

 

Comentários estão fechados.