Porto Alegre – Protesto na Esquina Democrática contra Bolsonaro

postado em: Sem categoria | 0

Fonte : Sul21

Foto: Bernardo Jardim Ribeiro/Sul21

Cerca de 40 manifestantes protestaram na Esquina Democrática, no centro de Porto Alegre, no início da tarde, contra as ofensas dirigidas à deputada federal Maria do Rosário (PT-RS) pelo também parlamentar Jair Bolsonaro (PP-RJ). Na terça-feira (9), o deputado disse, na tribuna da Câmara, que só não estupraria a petista porque ela não mereceria.

Integrantes de coletivos feministas e representantes de movimentos sociais portavam cartazes pedindo a cassação do mandato do deputado fluminense, reeleito com a terceira maior votação para a Câmara Federal, e condenando as manifestações machistas proferidas na tribuna. “Nenhuma mulher merece ser estuprada” “#ForaBolsonaro”, “Fora da ordem machista”, “#SomostodasRosário” ostentavam os cartazes.

Esta é a segunda vez que o parlamentar do PP agride a petista com o mesmo tipo de discurso – a primeira ocorreu em 2003. A ex-ministra dos Direitos Humanos afirmou ao Sul21 que está analisando as medidas que tomará contra o parlamentar, ao mesmo tempo em que não tem esperanças de que o Legislativo federal adote medidas punitivas contra Bolsonaro.

Também foi divulgado manifesto contra o parlamentar, confira abaixo:

MMM do RS repudia as declarações do Deputado Jair Bolsonaro

O dia 09 de dezembro de 2014 foi marcado pelo discurso machista e misógino do Deputado Federal Jair Bolsonaro, que em mais um ataque a sua colega de parlamento, Maria do Rosário, defendeu a cultura do estupro.

O parlamentar que já é conhecido por suas declarações preconceituosas e homofóbicas e pelo seu discurso sempre autoritário e de ódio, hoje, mais uma vez, em uma atitude sexista assediou moralmente não só a Maria do Rosário ao afirmar que só não a estupraria por que ela não merecia, mas também a toda e qualquer mulher.

Bolsonaro quebrou o decoro parlamentar e deve ser responsabilizado por suas infeliz declaração.

Nós, da Marcha Mundial de Mulheres do Rio Grande do Sul, repudiamos tal declaração e reafirmamos que nenhuma mulher merece ser estuprada, violentada ou ameaçada..

O ataque do Bolsonaro nos mostra que ainda temos um grande percurso a percorrer até consolidar, de fato, um estado democrático.

Entendemos que o meio político por ser um espaço dominado por homens é em potencial um disseminador de misoginia, machismo e sexismo e por esse motivo nos posicionamos a favor da reforma política para que mais mulheres possam ocupar espaços através da paridade de gênero e que assim a luta das mulheres seja reconhecida e nossos direitos garantidos.

Também declaramos toda a nossa solidariedade a Deputada Federal Maria do Rosário, defensora dos Direitos Humanos e de toda a diversidade da população brasileira.

Contra o machismo, a misoginia e o sexismo, somos todas Maria do Rosário!

Seguiremos em Marcha até que todas sejamos livres de todas as formas de opressão!

http://mmm-rs.blogspot.com.br/2014/12/mmm-do-rs-repudia-as-declaracoes-do.html?m=1

Por Bernardo Jardim Ribeiro/Sul21

Comentários estão fechados.