LAVA JATO… algumas considerações. (Por Álvaro Barcellos)


Quando a operação teve início, amplos setores consideravam uma boa iniciativa. Ao que parecia, os chamados crimes do COLARINHO BRANCO (praticados por endinheirados) poderiam finalmente ter um basta…

Os desdobramentos, no entanto, não tardariam a revelar a montagem de uma grande FARSA – um circo armado sob a batuta torta de Sérgio Moro, que serviria basicamente para prejudicar a imagem do PT (com apoio incondicional de grande parte da mídia). Numa armação política DIRIGIDA ARBITRARIAMENTE, ao arrepio da lei…e crivada de vícios e DESMANDOS de toda ordem.

Moro (e aos poucos, a máscara foi caindo) revela seu caráter, sua ARROGÂNCIA, ambição, e já reconhecida falta de preparo. Por conta de tudo isso, acabou sendo indicado (e não por acaso, aceitando) para o MINISTÉRIO de um (des) governo altamente autoritário, de inclinação assumidamente fascista/nazista (portanto, de Extrema Direita), totalmente perdido e sem credibilidade…com apoio irrestrito de MERCENÁRIOS da FÉ (????), os neopastores, que conduzem um imenso rebanho cego para o brejo, tendo mistérios e medo como armas poderosas com que manipulam esse mesmo imenso rebanho…e denúncias aqui e ali chegam a apontar FORMAÇÃO DE MILÍCIAS, tráfico e lavagem de dinheiro.

Envolto em um mar de lama (palavra leve neste caso), e cada vez mais sem credibilidade, o (des) governo segue a bordo de uma grande embarcação sem rumo e sem comando, batendo cabeça e tendo na linha de frente, como um dos pilares, um JUIZ DESMASCARADO e também sem a menor credibilidade a cumprir um papel triste que mancham de sangue e INJUSTIÇA os descaminhos do próprio judiciário (enquanto INSTITUIÇÃO).

Já o poder balança à deriva para espanto geral (inclusive de muitos de seus apoiadores, hoje já relutantes)… são os TONTOS de Moro. No fim – a lava jato não foi mais que um trampolim de Moro para o poder: afastou o PT e abocanhou o que viria depois.

Fonte: Álvaro Barcellos ( Colunista do Site da RádioCom)

Deixe uma resposta