Janeiro Branco: Brincar ainda é o melhor remédio

postado em: Cidade | 0

O Programa Contraponto vem realizando uma série de entrevistas sobre o Janeiro Branco e a importância de cuidar da saúde mental. Até agora, alguns temas específicos foram abordados, entre eles: saúde dos jovens, importância do trabalho dos CAPS e nesta quarta-feria (23), conversamos sobre a saúde mental das crianças.

Recebemos em nossos estúdios a psicopedagoga Simone Maraninchi e o psicólogo especialista em terapia cognitivo-comportamental João Arturo.

Na entrevista, foi destacado a importância do Janeiro Branco, como momento de conscientização e desmistificação sobre o preconceito em relação aos cuidados com a saúde mental. A psicopedagoga Simone Maraninchi, frisou, que é necessário falar sobre temas como suicídio e depressão por exemplo, para ajuda a prevenir futuras tragédias.

Outro momento importante da entrevista, foi quando o psicólogo João Arturo, abordou temas como, a rotina, o sono e os limites que os pais precisam estabelecer em relação ao uso das tecnologias pelas crianças, e a importância no seu amadurecimento, no instante que ela aprende a lidar com a frustração.

Os profissionais que atendem principalmente crianças, chamaram a atenção para relevância de valorizar momentos de interação e brincadeiras para um melhor desenvolvimento cognitivo na infância. 

Contatos dos profissionais entrevistados:

Psicopedagoga Simone Maraninchi: (cel) 984638587 – (face) Casa Lacy Maraninchi

Psicólogo especialista em terapia cognitivo-comportamental: (cel) 981237994 – (face) Psicólogo João Arturo 

FONTE: Nucleo Popular de Jornalismo

Deixe uma resposta