Instituições públicas de ensino promovem jornada universitária em defesa da reforma agrária

postado em: Sem categoria | 0

Atividades ocorrerão de 21 de maio a 8 de junho, em Pelotas, Piratini, Canguçu e Jaguarão

O IFSul, juntamente com outras instituições públicas de ensino de Pelotas e região, promove a 6ª Jornada Universitária em Defesa da Reforma Agrária (Jura). Tendo como bandeira o tema “Direitos humanos: pelo direito à vida, à terra e ao território”, o evento será realizado de 21 de maio a 8 de junho, de forma descentralizada, em Pelotas, Piratini, Canguçu e Jaguarão. As atividades previstas contemplam o formato de mesas principais, rodas de conversa, cines-debates e vivências junto aos movimentos sociais – aldeia Kaingang e assentamento Herdeiros da Luta.

A jornada universitária ocorrerá paralelamente à Jornada Nacional de Lutas de Abril, realizada anualmente pelos movimentos de luta pela terra, em memória ao Massacre de Eldorado dos Carajás, quando 21 trabalhadores rurais foram assassinados no dia 17 de abril de 1996, no Pará.

Conforme os organizadores, a 6ª Jura tem como objetivo principal ampliar o debate e o diálogo com a sociedade sobre a importância e a necessidade do direito à terra. São mais de 40 universidades brasileiras, institutos federais e algumas universidades internacionais comprometidas com este processo, tratando dos mais diversos temas que envolvem essa questão.

Dando sequência ao processo ocorrido em anos anteriores, em 2019, a 6ª Jura está sendo mobilizada na Região Sul do RS por IFSul, UCPel, UFPel e Unipampa, além de escolas de ensino médio como o Colégio Municipal Pelotense, Colégio Estadual Dom João Braga/Pelotas, a EFASul e ETEC, em Canguçu, e a Escola Estadual Deputado Adão Pretto, em Piratini.

Deixe uma resposta