Greve Geral contra a Reforma da Previdência (Por Lair de Mattos)


Dia 14 de junho, sexta-feira, será uma das maiores greves gerais da história. Por que é necessário que seja. O ataque que sofre a classe trabalhadora brasileira é sem precedentes. Se aprovada a reforma nos moldes que quer o Bolsonaro, em poucos anos teremos dezenas de milhões jogados na miséria.

O esforço  dos movimentos sociais para esclarecer a população vem fazendo efeito, as pessoas estão entendendo dos graves prejuízos  da reforma, o que somado com o ascenso das mobilizações contra os cortes na educação e a amplitude das entidades e pessoas que se somaram na organização da greve geral é o que nos dá esta certeza que será uma greve histórica. A classe trabalhadora brasileira não pode perder mais.

O golpe trouxe prejuízos irreparáveis. Temer extinguiu o Ministério da Previdência e promoveu a reforma trabalhista. Bolsonaro extinguiu o Ministério do Trabalho e propõe a reforma da previdência.

Basta! A nossa geração não pode permitir que um bando de criminosos condene as próximas gerações ao sofrimento da fome, da doença, da desesperança.

Todos às ruas nesta sexta-feira! Vamos derrotar esta reforma!

Fonte: Lair de Mattos / Colunista do Site RádioCom

Deixe uma resposta