Governo Bolsonaro pratica populismo assassino no trânsito

postado em: Sem categoria | 0

As medidas do governo Bolsonaro sobre o trânsito de veículos elevam a insegurança e causam ainda mais mortes. A ampliação de 20 para 40 do limite de pontos por multas que leva à suspensão da carteira de motorista, os ataques às lombadas eletrônicas e as críticas à chamada indústria das multas são exemplos de uma demagogia que pode custar muitas vidas.

Editorial do jornal Folha de S.Paulo chama a atenção para o problema, destacando que “Jair Bolsonaro (PSL) deu curso a uma espécie de populismo automobilístico que seu governo ameaça aprofundar”.

De acordo com o editorial, o governo dá uma “demonstração chocante de ignorância”, ao dizer que a “indústria das multas” beneficiava as empresas concessionárias de rodovias. “No mundo real, essa receita fica, conforme o caso, com órgãos federais, estaduais e municipais”.

“A forma mais fácil e barata de que dispõe um governante para reduzir a violência no trânsito —que matou 37 mil no país em 2016— é baixar os limites de velocidade. Para tanto, basta uma canetada, e os efeitos logo se mostram visíveis”, diz o editorial.

Leia mais

Fonte: Brasil 247

Deixe uma resposta