Fetrafi-RS e sindicatos lançam Campanha Salarial nesta sexta-feira

postado em: Sem categoria | 0

Fonte: Imprensa/Fetrafi-RS

Os bancários gaúchos já estão aquecidos para o início de mais uma Campanha Salarial. Após a finalização dos fóruns deliberativos, que culminaram com a 16ª Conferência Nacional, a categoria parte para as ruas com o objetivo de dar visibilidade à campanha deste ano.

Nesta sexta-feira, 15, Fetrafi-RS, SindBancários e sindicatos do interior promovem a primeira grande mobilização da Campanha Salarial. Bancários de todo o Estado participarão de um ato público em Porto Alegre, marcando a retomada da luta por melhores condições de trabalho, remuneração e emprego de qualidade. A atividade será realizada às 12h, na Praça da Alfândega, entre as agências do Banrisul e da Caixa.

A categoria reivindica reajuste de 12,5%; valorização do piso salarial no valor do salário mínimo calculado pelo Dieese (R$ 2.979,25 em junho); PLR maior; mais empregos; fim da terceirização; combate às metas abusivas e ao assédio moral; segurança contra assaltos e sequestros e igualdade de oportunidades, dentre outras demandas.

Banrisul

O movimento sindical aproveita a mobilização para efetuar a entrega da pauta específica de reivindicações dos banrisulenses ao presidente do Banrisul, às 12h30, na Direção Geral.

Principais reivindicações dos Bancários

> Reajuste salarial de 12,5%.
> PLR: três salários mais R$ 6.247.
> Piso: R$ 2.979,25 (equivalente ao salário mínimo do Dieese em valores de junho último).
> Vales alimentação, refeição, 13ª cesta e auxílio-creche/babá: R$ 724,00 ao mês para cada (salário mínimo nacional).
> Melhores condições de trabalho com o fim das metas abusivas e do assédio moral que adoecem os bancários.
> Emprego: fim das demissões, mais contratações, aumento da inclusão bancária, fim da rotatividade, combate às terceirizações diante dos riscos de aprovação do PL 4330 na Câmara Federal, do PLS 087 no Senado e do julgamento de Recurso Extraordinário com Repercussão Geral no STF. Além da aprovação da Convenção 158 da OIT, que proíbe as dispensas imotivadas. Veja aqui a Carta de Atibaia, manifesto dos bancários contra a terceirização aprovado pela Conferência.
> Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS): para todos os bancários;
> Auxílio-educação: pagamento para graduação e pós.
> Prevenção contra assaltos e sequestros. Cumprimento da Lei 7.102/83 que exige plano de segurança em agências e PABs, garantindo pelo menos dois vigilantes durante todo o horário de funcionamento dos bancos. Instalação de portas giratórias com detector de metais na entrada das áreas de autoatendimento das agências. Fim da guarda das chaves de cofres e agências por bancários.
> Igualdade de oportunidades para todos, pondo fim às discriminações nos salários e na ascensão profissional de mulheres, negros, gays, lésbicas, transexuais e pessoas com deficiência (PCDs).

Fetrafi

Comentários estão fechados.