Em nota, Prefeitura de Taquari justifica retirada de busto de Costa e Silva

postado em: Sem categoria | 0

Fonte : Jornalismo B

A Prefeitura da cidade de Taquari, no Rio Grande do Sul, retirou, na última terça-feira (16), um busto em homenagem ao presidente da ditadura Arthur da Costa e Silva, nascido na cidade. O busto, que ficava junto a uma lagoa que é o principal ponto turístico da cidade, havia sido colocado em 1976, homenageando o segundo presidente da ditadura civil-militar que perseguiu, torturou e assassinou brasileiros durante duas décadas.

Costa e Silva, que editou o Ato Institucional Nº 5 (que ampliou as perseguições e determinou um aprofundamento da ditadura), nasceu na cidade, onde tem inclusive um museu em sua memória (para onde o busto será agora levado).

Na nota divulgada pela Prefeitura, esclarece-se que a decisão está baseada na divulgação do relatório final da Comissão Nacional da Verdade, onde “restaram comprovadas as atrocidades cometidas no período da ditadura militar, especialmente naquele período conduzido por Costa e Silva”.

Leia abaixo a nota completa da Prefeitura de Taquari, que tem à frente o prefeito Emanuel Hassen de Jesus (PT):

NOTA OFICIAL

Em face da polêmica gerada pela retirada do busto existente junto à Lagoa Armênia, na cidade de Taquari – RS, a Prefeitura Municipal de Taquari informa que:

1. O busto em questão foi instalado no ano de 1976, em homenagem a Arthur da Costa e Silva, porque “nesta Lagoa Armênia, na infância, organizou seu primeiro pelotão de meninos. Em hora difícil, presidente da República, comandou com altruísmo o Brasil e o povo Brasileiro.”

2. Com a divulgação do Relatório da Comissão Nacional da Verdade, restaram comprovadas as atrocidades cometidas no período da ditadura militar, especialmente naquele período conduzido por Costa e Silva.

3. Portanto, a administração municipal de Taquari entendeu que não havia razão para manter uma homenagem no maior ponto turístico da cidade, espaço de demonstrações culturais, justamente a quem promoveu um período nebuloso na história do país. Cidadãos de Taquari, inclusive, sofreram as mazelas daquele período.

4. O busto, portanto, foi retirado e já está junto ao Museu Costa e Silva, existente no município e mantido pela Prefeitura Municipal. Junto com ele, também estará à disposição uma cópia do relatório da Comissão Nacional da Verdade, para que a história seja conhecida na totalidade em que foi possível escrevê-la.

5. A Lagoa Armênia continuará sendo, e cada vez mais será, um espaço para a livre manifestação cultural no município de Taquari.

costa

Comentários estão fechados.