Ato contra os pedágios, nesta quinta, 13h, espera mais de 2 mil pessoas

postado em: Sem categoria | 0

Parlamentares, sindicalistas, entidades patronais, população. Todos unidos por uma mesma causa: o ato de repúdio contra a exploração abusiva dos pedágios no Polo Pelotas. A manifestação está marcada para as 13h, na Praça do Retiro, na BR-116, Km 510. Em nome do Fórum de Vereadores da Metade Sul, o vereador Marcus Cunha reiterou o convite aos demais parlamentares de Pelotas, durante a sessão desta quarta-feira, lembrando que o contrato entre o governo federal e a Ecosul, empresa concessionária do Polo Pelotas, renovado até 2026, é ilegal. “Reunimos mais de 20 mil assinaturas, e duas ações tramitam na Justiça. “Essa mobilização talvez seja a derradeira ação pacífica, porque sem resultados efetivos, a desesperança nas instituições se torna um barril de pólvora na sociedade”, afirmou o parlamentar.
Em aparte, o vereador Professor Adinho (PPS) disse que quando alguém lhe fala que não gosta de política, ele responde: “quando não nos interessamos pela política, criamos monstros como o deputado e ex-ministro Eliseu Padilha, que tanto mal fez à Zona Sul, e ganha milhares de votos aqui, porque as pessoas não sabem que ele liquidou econômica e socialmente com a nossa região”.
Já o vereador Ivan Duarte (PT) alertou para as duas situações que considera fundamentais: a localização do pedágio na Praça do Retiro, em área errada, porque prejudica os moradores da localidade de Posto Branco obrigados a pagar o imposto apesar de residirem em área urbana, e o valor excessivo da cobrança em relação a outras praças do país.
“Minha preocupação é que esta manifestação seja pacífica, para não se tornar trágica”, disse o parlamentar.

Fonte: Câmara de Vereadores de PelotasProtesto

Comentários estão fechados.