Assembleia em Pelotas aprova pauta nacional dos bancários

postado em: Sem categoria | 0

Sindicato alerta que o prazo para manifestação contrária ao desconto assistencial encerra dia 11/8

Em assembleia realizada nesta terça-feira (29), os bancários de Pelotas aprovaram a proposta de pauta de reivindicações da categoria para a Campanha Nacional 2014 a ser entregue e discutida com os banqueiros.

A pauta, discutida e apresentada pela Conferência Nacional dos bancários realizada em São Paulo no último fim de semana, apresenta índice de reajuste para os salários de 12,5% (composto por 6,76% de reposição da inflação projetada mais aumento real de 5,4%). Entre os principais itens econômicos da pauta também estão a Participação nos Lucros e Resultados, de três salários mais R$ 6.247, piso de R$ 2.979,25 (salário mínimo previsto pelo Dieese), além do 14º salário. Para os vales refeição e alimentação, 13ª cesta e auxílio-creche/babá, a categoria reivindica o valor de um salário mínimo mensal para cada: R$ 724.

Os bancários de Pelotas criticaram o índice de reivindicação, considerado rebaixado em relação ao índice proposto pela Conferência Estadual, que era de 10% mais inflação do período. Mesmo assim, aprovaram na íntegra a pauta nacional. Além disso a assembleia rejeitou o acordo de ponto eletrônico do Itaú, considerada uma pauta específica e que não deveria constar no edital de uma assembleia geral.

Os bancários definiram que será mantida a estratégia da Campanha Nacional Unificada com bancos públicos e privados na mesa de negociação com a federação dos bancos (Fenaban) e as específicas com as instituições públicas.

A expectativa é de grandes embates, considerando a tradicional choradeira dos banqueiros, tal como tem acontecido nos últimos anos, apelando para discursos como inflação alta e crise econômica para rebaixar os índices.

Os bancários vão cobrar o fim das metas individuais e abusivas, das demissões, e mais contratações. Com os cortes promovidos pelos bancos, que têm por único objetivo aumentar o lucro do setor, os empregados que ficam sofrem com a sobrecarga de trabalho e adoecem cada vez mais. Por isso a pauta prevê a garantia de emprego e mais contratações.

Desconto Assistencial

A assembleia de Pelotas também autorizou o desconto do salário de todos os integrantes da categoria profissional, como Contribuição Assistencial a ser destinada ao Sindicato dos Bancários. O desconto aprovado será de 1,5% no salário do mês subsequente ao fim da campanha e será destinado para cobrir despesas da campanha salarial.

O Sindicato informa que o prazo para manifestação contrária ao desconto encerra dia 11/8 e deve ser encaminhada pessoalmente, por escrito, na sede do sindicato.

Fonte: Sindicato dos Bancários de Pelotas

Bancários

Comentários estão fechados.