Mulheres saem às ruas e pedem mais uma vez por justiça em caso de fraude dos exames pré-câncer 

postado em: Sem categoria | 0

Nesta terça-feira, 12 de julho, mais uma vez o movimento de mulheres ocupou a frente da prefeitura de Pelotas para pedir justiça. Após quatro anos da denúncia de fraude nos exames pré-câncer de colo de útero, denunciado por servidores da UBS Bom Jesus, o caso permanece sem resposta.

Em 2021, o inquérito instaurado pelo Ministério Público do Rio Grande do Sul foi arquivado, encerrando a investigação e deixando várias mulheres com resultados falsos-negativos, que adoeceram. Além disso, três delas, foram vítimas fatais da falta de um diagnóstico preciso.

“Completamos ontem, quatro anos que o escândalo da fraude dos exames pré-câncer veio à tona sem nenhuma explicação razoável e sem justiça para as vítimas. E mesmo depois de toda a repercussão, a prefeitura segue se negando a contratar o laboratório de nível 2, como indica a legislação, para evitar que o problema se repita ou que continue acontecendo, o que não temos como saber”, afirmou Niara Oliveira, que faz parte da Frente feminista 8M.

Em vigília, diversos coletivos da cidade acenderam velas por memória e justiça e pediram por Ieda, Greice, Emanuele, suas famílias e todas as mulheres usuárias do SUS por saúde pública de qualidade.

Fonte: Assessoria ADUFPel

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.