1° de Maio em Pelotas: movimentos sindical e social promovem ato unificado e cultural

postado em: Cidade | 0

Neste último domingo, 1º de maio, data que se comemorou o Dia Internacional do Trabalhador e da Trabalhadora, os movimentos sindical e social de Pelotas estiveram nas ruas em defesa do emprego, de direitos, da democracia e da Vida.

O ato cultural, promovido de forma unificada, contou com participação do bloco de carnaval Integração, Saúde e Educação. Após concentração no Largo do Mercado Público, os participantes saíram, em marcha, pelo entorno da praça, enfatizando como pauta central as eleições de 2022.

Para Diego Gonçalves, vice presidente do Bloco Integração Saúde e Educação, o momento político, econômico e social do país é muito difícil, já que estamos saindo de dois longos anos de muitas restrições e, em boa parte, isso é fruto do descaso do governo federal com a Pandemia. “O povo brasileiro sofre com inflação, desemprego, problemas na saúde e na educação. O carnaval do trabalhador e da trabalhadora também é um grito frente a tudo isso”, ressalta.

Diego explica que a data foi marcada pela cultura, tão desvalorizada atualmente, já que o carnaval é a maior manifestação da cultura popular brasileira. “O carnaval agrega, traz alegria em momentos difíceis e renova esperanças, mas é uma celebração popular que também vem sofrendo descaso e sendo sufocado, propositalmente, já há alguns anos, no município”, critica.

Conforme estabelecido na Pauta da Classe Trabalhadora, aprovada no Congresso da Classe Trabalhadora (Conclat 2022), é preciso abrir um diálogo permanente junto à sociedade, alertando para a importância não só de fazer a escolha correta do próximo presidente da República, mas, também, de senadores e deputados que estejam alinhados com as pautas dos trabalhadores e comprometidos com a manutenção da democracia.

Redação Eduardo Menezes – SEEB Pelotas e Região

Fotos: Vanessa Silveira – RádioCom

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.