Saiba como contribuir com a Campanha Natal Sem Fome do MST

postado em: Movimento Socias | 0

As doações para a Campanha Natal Sem Fome – cultivando a solidariedade para alimentar o povo – começaram nesta sexta-feira (10) e seguem até 6 de Janeiro. A inciativa é do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), em parceria com coletivos, sindicatos e outras organizações populares. A prioridade da campanha é ajudar famílias desempregadas, pessoas que moram nas ocupações, populações indígena e em situação de rua. Veja os detalhes para participar da campanha no final desta matéria.

As cestas de natal do MST são formadas por alimentos produzidos em assentamentos da reforma agrária. A proposta é que cada cesta consiga suprir a demanda de uma família com até quatro pessoas por um mês. Para isso, a coordenação da campanha está reforçando a importância das doações, de modo que o movimento consiga levar o maior número possível de itens para as famílias beneficiadas.

“O foco da nossa campanha este ano é a gente poder arrecadar alimentos das nossas áreas, mas também doações, recursos financeiros, para que a gente possa montar cestas da reforma agrária e possa entregar para população que se encontra em situação mais vulnerável”, explicou Luana Carvalho, da direção nacional do MST. 

O Natal Sem Fome do MST estará presente em diversos estados, como São Paulo, Pernambuco, Paraná e Mato Grosso do Sul. Há pontos de arrecadação nos 15 Armazéns do Campo e áreas parceiras. A lista completa dos espaços está disponível no site do MST.

Além das doações das cestas básicas, o MST também pretende levar, por meio da campanha, informações sobre o processo de desmontes de políticas do governo Bolsonaro que levaram a população à situação de fome. A campanha conta com o apoio de artistas e figuras públicas, como a apresentadora Xuxa Meneghel e o economista Eduardo Moreira.

Solidariedade

A campanha foi lançada no dia 10 de dezembro, quando é o comemorado o Dia Internacional dos Direitos Humanos. A solidariedade, desde o início da pandemia, tem sido uma característica do MST na luta pelos direitos humanos no Brasil.

“Há 72 anos, as organizações de todo o mundo declararam esse dia, como o dia de luta pelos direitos humanos. Agora, tem coisa mais fundamental para o ser humano do que o alimento? É disso que nós estamos falando, por isso o MST, a CUT, intelectuais, professores estão mobilizados nessa campanha do Natal Sem Fome”, afirmou o dirigente do movimento, João Pedro Stedile, em convocatória para participar da campanha.

Desde o início da pandemia, o MST já doou 5 mil toneladas de alimentos saudáveis, 1 milhão de marmitas e 50 mil máscaras. Os dados da conta bancária para doação estão logo abaixo:

CONTA BANCÁRIACaixa Econômica

AG 1231CC 2260-1

OP 003CNPJ 11.586.301/0001-65

PIX: campanha@institutocultivar.org.br

Você pode também ajudar doando alimentos perecíveis nas lojas do Armazém do Campo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.