Polícia Federal prende ex-deputado Roberto Jefferson

A ordem de prisão, emitida pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), é decorrente do inquérito da milícia digital, que seria dividida em núcleos: de produção, de publicação, de financiamento e político, além da suspeita do uso de verba pública.

Além da reclusão, Moraes determinou busca e apreensão de computadores e celulares para aprofundar as investigações, segundo o Correio Braziliense.

Hoje pela manhã, o ex-deputado publicou em uma rede social que a Polícia Federal havia realizado buscas na casa de parentes.

“A Polícia Federal foi a casa de minha ex-mulher, mãe de meus filhos, com ordem de prisão contra mim e busca e apreensão. Vamos ver de onde parte essa canalhice”, escreveu.

O inquérito investiga o funcionamento e a organização de uma milícia digital destinada a ataques à democracia.

O ex-deputado, que já foi preso anteriormente pela condenação no mensalão, hoje é aliado do presidente Jair Bolsonaro e tem veiculado com frequência vídeos com ataques aos ministros do Supremo, informou o portal IG.

Fonte: Sputnik News

Imagem: Sputink News

Deixe uma resposta