Vereadora Fernanda Miranda cobra mais políticas de inclusão para pessoas em situação de rua

Em sessão na Câmara de Vereadores, a vereadora Fernanda Miranda (PSOL) falou sobre a importância das ações mitigatórias ao enfrentamento do estado extremo de vulnerabilidade que encontram-se as pessoas em situação de rua, no município, ressaltando a necessidade de investimento em mais políticas públicas.

A vereadora do PSOL também trouxe dados apresentados pela Secretaria de Assistência Social, no início deste ano, onde 1.933 pessoas haviam passado pelo centro POP; destas, quase a totalidade faz uso de álcool e outras drogas e um número significativo é de usuário de serviço em saúde mental. Nesse sentido, Fernanda Miranda cobrou ampliações de serviços que atendem essa populações, como o consultório de rua e a redução de danos, que encontram-se com equipes defasadas, muitas vezes sem insumos e com ausência de psicólogos.

“A secretaria de assistência social nem deveria ter um serviço pontual para atender pessoas em situação de rua, porque essa população nem mesmo deveria estar nas ruas. Deveriam ser garantidos os direitos fundamentais de moradia para todas e todos. Eu sempre questiono, quando estamos aqui ocupando este espaço de decisão, quais são os projetos que cada um de nós está defendendo: é um projeto de inclusão, de diminuição da desigualdade social, ou é um projeto que entrega dinheiro público para instituições que não atendem o interesse da maioria da população e terceiriza responsabilidades? É necessário fazer toda uma reflexão crítica do porquê certas situações existem e cobrar do poder público a garantia de direitos e a ampliação destes para todas e todos”, completou a parlamentar.

Fonte: Texto da assessoria da vereadora, com edição SEEB Pelotas e Região

Deixe uma resposta