CPI da Covid ouvirá plataformas por causa de conteúdo falso sobre coronavírus

No domingo (25), o presidente da CPI da Covid, Omar Aziz, confirmou que os integrantes da comissão vão ouvir representantes do Google, Twitter e Facebook por causa de fake news ou conteúdo contrário às evidências científicas sobre a COVID-19. Conforme as palavras de Aziz, citadas pelo portal UOL, “é depoimento, por permitir que se fizesse propaganda de medicação, dentro desses aplicativos, sem comprovação científica. Fake news de medicação”.

A data de depoimento ainda deve ser determinada. A convocação das plataformas foi decidida no fim de junho. Na conta oficial do Twitter, o presidente da comissão ressaltou a importância de tal investigação em torno da disseminação de notícias falsas na Internet, especialmente com colaboração das próprias plataformas.

Entretanto, o Brasil confirmou mais 499 mortes e 18.714 casos de COVID-19, totalizando 549.999 óbitos e 19.685.616 diagnósticos da doença, informou o consórcio entre secretarias estaduais de saúde e veículos de imprensa.

Fonte: Sputnik News

Imagem: Sputnik News

Deixe uma resposta