Prefeitura se nega a antecipar vacinação contra a Covid-19 para categoria bancária de Pelotas

Após reiteradas tentativas do Sindicato em antecipar a vacinação de toda categoria bancária, de Pelotas, o gabinete da Secretaria Municipal de Saúde, se nega a cumprir a decisão do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, oficializada no dia 6 de julho, quando os bancários foram incluídos no grupo prioritário do Plano Nacional de Imunização (PNI) contra a Covid-19. 

Por mais de uma oportunidade, a direção do Sindicato entrou em contato com a Prefeitura, explicando que a antecipação da vacina trata-se de uma decisão federal e não de uma simples reivindicação da categoria. Mesmo assim, nesta quinta-feira, dia 22 de julho, a Prefeitura mostrou-se irredutível, afirmando, por meio de ofício, que “a vacinação da população deve seguir por faixa etária”.

No primeiro contato realizado com a Secretaria Municipal de Saúde, tão logo o ministro da Saúde autorizou que os municípios priorizassem a vacinação dos bancários, o Sindicato chegou a colocar a sua sede à disposição da Prefeitura. “Nos oferecemos, inclusive, para organizar toda a logística necessária ao processo de imunização dos bancários que atuam em Pelotas, mas mesmo esta iniciativa não surtiu efeito”, explica o diretor Sérgio Seus, ao afirmar que o Sindicato estuda as medidas cabíveis a serem adotadas pelo descumprimento da Prefeitura ao que determina o PNI.

Fonte: SEEB Pelotas e Região

Deixe uma resposta