São Paulo toma medidas para conter disseminação da cepa indiana

As autoridades de São Paulo decidiram realizar na última segunda-feira (27) o controle sanitário no aeroporto de Congonhas a fim de evitar a entrada e transmissão da variante indiana. A cepa, designada como B.1.617.2, foi detectada no país em 20 de maio. Entretanto, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, não descartou a possibilidade de uma terceira onda do coronavírus no Brasil, durante audiência na Câmara dos Deputados nesta quarta-feira (26).

Segundo o ministro, citado pelo portal G1, a nova onda “pode ser fruto de uma variante”, mas ele não especificou que seja a indiana. O potencial surto levará à necessidade de novas restrições para conter a COVID-19, disse Queiroga.

O Brasil confirmou mais 2.399 mortes e 79.459 casos de COVID-19, totalizando 454.623 óbitos e 16.275.440 diagnósticos da doença, informou o consórcio entre secretarias estaduais de saúde e veículos de imprensa.

Fonte: Sputnik News

Imagem: Sputnik News

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.