Diretores do Sindicato visitam municípios da Região de Pelotas e reforçam mobilização contra PEC 280

Nesta última segunda-feira (24), diretores do Sindicato dos Bancários de Pelotas e Região estiveram visitando as agências do Banrisul localizadas nas cidades de Capão do Leão, Cerrito, Pedro Osório e Piratini. Ao dialogar com as comunidades dos municípios vizinhos, foi possível explicar os impactos que uma possível venda do banco pode acarretar para a economia do estado e, em especial, para a Zona Sul.

Para que ocorra a aprovação da PEC 280/2019, na Assembleia Legislativa (AL), nesta terça-feira, dia 25 de maio, os governistas necessitam do voto de 33 deputados. Caso a Proposta seja aprovada, a realização de plebiscito para a venda das estatais gaúchas deixa de ser obrigatória. Situação que contraria as promessas de campanha do atual governador, Eduardo Leite (PSDB), que, enquanto candidato, havia se comprometido de não colocar a Corsan e o Banrisul à venda. A Procergs também está na mira da privatização, à exemplo do que ocorreu, recentemente, com a CEEE.

Mobilização forte em Pelotas e Região

O Sindicato dos Bancários de Pelotas e Região tem atuado, diariamente, para conscientizar a sua base das consequências da possível privatização do banco dos gaúchos, desde que a PEC 280/2019 voltou a tramitar na AL. Dentre as principais ações executadas pelos dirigentes sindicais, destaca-se: a execução de campanhas em emissoras de rádio, a circulação de carros de som com áudios educativos, a participação em programas jornalísticos, as panfletagens, a distribuição de adesivos, as visitas às agências e a realização de uma campanha solidária, arrecadando alimentos para as famílias que mais estão sofrendo com a Pandemia, nas agências do Banrisul.

Nesta terça-feira (25), é importante redobrar as ações em defesa do patrimônio dos gaúchos. Cada banrisulense tem o compromisso de tentar sensibilizar os deputados a defenderem o interesse público, dizendo não à aprovação da PEC 280/2019, e evitando que este retrocesso seja legitimado pelos parlamentares.

Redação: Eduardo Menezes / SEEB Pelotas e Região

Fotos: SEEB Pelotas e Região

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.