Brasil ultrapassa as 4 mil mortes diárias por COVID-19

Ontem na terça-feira (6), o Brasil ultrapassou as quatro mil mortes diárias por COVID-19, o equivalente a três mortes por minuto e mais de 170 brasileiros a cada hora. O presidente, Jair Bolsonaro, conversou com seu homólogo russo, Vladimir Putin, sobre a liberação do uso da vacina Sputnik V no país. Apesar de já ser produzida em território nacional pela farmacêutica União Química, a vacina russa ainda não foi aprovada para uso pela Anvisa. “Se Deus quiser, brevemente estaremos resolvendo essa questão da vacina Sputnik V”, disse Bolsonaro após a conversa.

Equipe da Anvisa deve visitar instalações de produção de insumo e da vacina na Rússia para “esclarecer pontos fundamentais”, informou o diretor da Anvisa, Barra Torres, após a reunião.

Para o governador do estado da Bahia, Rui Costa (PT), que já selou contrato de compra do imunizante, “a Anvisa continua atrapalhando […] o que presenciamos foi burocracia e falta de sensibilidade com a vida humana”. O Brasil confirmou mais 4.211 mortes e 82.869 casos de COVID-19, totalizando 337.364 óbitos e 13.106.058 diagnósticos da doença.

Fonte: Sputink News

Imagem: Sputink News

Deixe uma resposta