Brasil bate recorde de mortes diárias por COVID-19

Na quinta-feira (25), o Brasil registrou o pior boletim diário de número de mortes por COVID-19 de sua história, com 1.582 pessoas falecidas. O ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, apresentou estratégia para o que chamou de “nova etapa” da pandemia, que consiste em transferir pacientes entre estados para garantir a disponibilidade de leitos de UTI.

No entanto, o presidente do Conselho Nacional de Secretários Estaduais de Saúde (CONASS), Carlos Lula, disse ao portal G1 que a falta de leitos é generalizada e “todo mundo está no seu limite”. Em transmissão ao vivo, o presidente, Jair Bolsonaro, não se pronunciou sobre o recorde de mortes no país, mas questionou o isolamento social e falou sobre supostos efeitos colaterais do uso de máscaras.

O Brasil registrou mais 1.582 mortes e 67.878 casos de COVID-19, totalizando 251.661 óbitos e 10.393.886 diagnósticos da doença.

Fonte: Sputnik News

Imagem: Sputnik News

Deixe uma resposta