Candidato dos bilionários, Huck tem ganhos de R$ 58 milhões por ano

Do Canal Pensar a História – Conforme levantamento feito pela revista estadunidense People With Money, Luciano Huck é o apresentador de televisão mais bem pago do mundo, com proventos anuais de 58 milhões de reais. O apresentador da Rede Globo, dono de um patrimônio acumulado de centenas de milhões de reais, deve ingressar no seleto grupo dos bilionários brasileiros no futuro próximo. Em 2016, o vazamento de uma suposta fatura do cartão de crédito do apresentador chocou os internautas – a conta de Luciano Huck referente apenas ao mês de outubro ultrapassava 281 mil reais. Tal opulência contrasta de forma flagrante com a realidade vivida pelos populares que se submetem às constrangedoras gincanas do “Caldeirão do Huck”, em busca de montantes que, para o apresentador, seriam meros trocados.

Luciano Huck já foi menos rico, mas nunca soube o que é ser pobre. Em 1994, o futuro apresentador multimilionário ainda era um um playboy das noites paulistanas quando foi entrevistado pelo jornalista Mylton Severiano. O jornalista havia sido contratado pela agência DPZ para produzir um guia sobre bares paulistanos, intitulado “São Paulo de Bar em Bar”, e foi conhecer o requintado Bar Cabral, um estabelecimento frequentado pela elite paulistana, localizado no bairro nobre dos Jardins. Luciano Huck era o orgulhoso proprietário do bar. Ao ser questionado sobre que tipo de público frequentava o local, Huck respondeu sem titubear: “Uma coisa eu digo: baiano aqui não entra.”

A frase de Huck, conforme notou Severiano, exalava “aquele nojo característico que certos magnatas das classes dominantes devotam ao povo”. “Baiano” é uma gíria derrogatória utilizada em São Paulo para caracterizar de forma genérica todos os brasileiros oriundos do Norte e Nordeste, além de um rótulo aplicado àquilo que alguns julgam como “popularesco”, “brega” ou “de mau gosto” – um estereótipo frequentemente vinculado à identidade estética e à cultura dos moradores negros, miscigenados e pobres que habitam a periferia de São Paulo.

No mundo de Luciano Huck não há “baianos” – só playboys. Oriundo de uma tradicional família judaica de São Paulo, Luciano Huck é filho do famoso jurista Hermes Marcelo Huck e da urbanista Marta Dora Grostein. Seu irmão, Fernando Andrade, é o cineasta responsável por produzir o documentário “Quebrando o Tabu”, que daria origem às páginas e perfis homônimos nas redes sociais. Luciano Huck também é enteado de Andrea Sandro Calabi, economista do PSDB que ocupou o cargo de presidente do BNDES durante o governo FHC e foi secretário da fazenda da gestão Alckmin.

Fonte: Brasil 247

Imagem: Brasil 247

Deixe uma resposta