Bancários de Pelotas e Região aderem ao Dia Nacional de Lutas contra a reestruturação do BB

Hoje, às 11h, está programado um tuitaço com a hashtag #MeuBBValemais

Nesta quinta-feira, dia 21 de janeiro, é preciso dizer NÃO ao processo de reestruturação do Banco do Brasil (BB). O Plano de Demissão Voluntária (PDV) do Banco prevê o desligamento de 5 mil funcionários, por todo o país, com o fechamento de agências e outras unidades. Durante a tarde de hoje, os diretores do Sindicato estarão conversando com os bancários e a população, de modo geral, para explicar as consequências do processo de reestruturação e os impactos na vida de funcionários e clientes.

Estudo do Dieese

Um estudo, recente, realizado pelo Departamento Intersindical de Estudos e Estatísticas Socioeconômicas (Dieese) revelou a importância do BB para o desenvolvimento e para a economia nacional. Para se ter uma ideia, apenas o Banco do Brasil é responsável por 55% do crédito rural, no país. Percentual que chega a quase 80% no Nordeste e Centro-Oeste. Além disso, possui 4.368 agências espalhadas pelos municípios brasileiros, mesmo após o fechamento de 1.072 agências bancárias, o que apresentou uma redução real da ordem de 29% na sua carteira de crédito. 

Impacto para Pelotas e Região

As medidas estão sendo anunciadas, de forma unilateral, sem diálogo com a categoria, em plena Pandemia, gerando ainda mais desemprego, em um País registrou 14,6% de desemprego no terceiro trimestre de 2020. Caso se confirme o fechamento dos postos de trabalho ocupados pelos bancários, hoje, os principais afetados serão os municípios  localizados no interior, como é o caso de Pelotas e Região. 

Os clientes também serão afetados, já que, mais uma vez, à exemplo do que ocorreu com o fechamento da Agência localizada na rua Padre Anchieta, deverão ser realocados em outras agências, ocasionando sobrecarga de trabalho, maior possibilidade de aglomeração e, consequentemente, piora no atendimento ao público. 

É hora de mobilização

Os empregados do Banco do Brasil não podem ficar de braços cruzados diante desse projeto de sucateamento e aniquilação do serviço público. Esse Dia Nacional de Lutas é apenas o começo de uma grande mobilização nacional, que já conta com mobilização também nas redes sociais, com a hashtag #MeuBBvalemais. 

De hoje, até o dia 28 deste mês o Sindicato se manterá mobilizado, buscando o apoio da população, ao explicar as reais motivações dos ataques que estão sendo promovidos pelo Governo Bolsonaro. No dia 29, será realizada uma paralisação nacional, de 24 horas, e os funcionários estão sendo convidados a usar roupas pretas para manifestarem seu descontentamento com os rumos que o Banco vem tomando.   

Fonte: Eduardo Menezes – Seeb Pelotas

Imagem: Seeb Pelotas

Deixe uma resposta