Vacinas ficam paradas em hospitais nos EUA

Mais de dois terços das 15 milhões de vacinas contra a COVID-19 disponíveis nos EUA ainda não foram administradas em função de gargalos logísticos e má gestão hospitalar, reportou a Reuters.

“Não quero a vacina em um refrigerador ou congelador, quero-a no braço de alguém! Se essa função não for desempenhada, haverá questionamentos acerca da eficiência da operação do hospital”, disse o governador de Nova York, Andrew Cuomo, que considera reduzir o fornecimento de imunizantes ou a imposição de multas a instituições que apresentarem demora na administração das vacinas.

Anteriormente, Cuomo havia confirmado primeiro caso de infecção no estado pela nova variante do coronavírus, a B.1.1.7, também conhecida como “variante do Reino Unido”.

Fonte: Sputnik News

Imagem: Sputnik News

Deixe uma resposta