Criança de 5 anos é morta após ser atingida por bala perdida na virada do ano no Rio de Janeiro

Alice Pamplona da Silva estava no quintal da própria casa e foi atingida no pescoço. Ela chegou a ser levada para o Hospital Casa de Portugal, mas não resistiu.

A princípio, a família acreditava que o ferimento teria sido causado por fogos de artifício, mas os médicos constataram que foi um tiro. As informações foram publicadas pelo portal G1.

Segundo a Polícia Militar, no momento da ocorrência não havia operação policial na região, nem confronto armado envolvendo equipes da PM.

Mãe de Emilly Victoria, de 4 anos, e tia de Rebecca Beatriz, de 7 anos, segura foto das meninas em protesto no Rio de Janeiro, em dezembro de 2020. As duas meninas foram baleadas quando brincavam na porta de casa.

A Polícia Civil anunciou que o caso foi registrado na 6ª Delegacia de Polícia (DP), na Cidade Nova, e um inquérito foi instaurado para apurar os fatos. Os pais já prestaram depoimento na unidade policial e outras testemunhas do caso serão ouvidas pelas autoridades.

A investigação será feita pela Delegacia de Homicídios da Capital (DHC) para identificar e esclarecer de onde partiu o tiro que atingiu Alice.

Em 2020, 12 crianças morreram baleadas no estado do Rio de Janeiro. Todas as vítimas eram negras e moravam em bairros da periferia.

Fonte: Sputnik News

Imagem: Sputnik News

Deixe uma resposta