Assassino do Carrefour continua filiado ao MDB de Porto Alegre( Por Jeferson Miola)

O policial militar “temporário” Giovane Gaspar da Silva é um dos assassinos do Carrefour que mataram o cidadão negro João Alberto Silveira Freitas, o Beto, na noite de 19 de novembro.

Giovane é filiado desde março de 2013 ao MDB do candidato a prefeito de Porto Alegre Sebastião Melo.

Evidentemente que não se pode responsabilizar nem o candidato Melo nem seu Partido pelo bárbaro assassinato cometido por um dos seus filiados.

O que é inaceitável, contudo, é que, depois de 4 dias do crime, o assassino ainda continua regularmente filiado ao MDB de Porto Alegre, conforme certidão do TSE.

O MDB não anunciou nenhuma providência a este respeito. O assassino não foi expulso, e segue filiado ao Partido.

Neste momento em que o país inteiro cobra das instituições, da justiça, dos políticos e de toda sociedade respostas antirracistas assertivas, é inaceitável que, transcorridos 4 dias, nem o MDB nem o candidato Sebastião Melo tenham adotado qualquer atitude em relação ao correligionário implicado neste crime monstruoso.

Fonte : Jeferson Miola é colunista da RádioCom

Imagem: Blog do Jeferson Miola

Deixe uma resposta