Fórum Antirracista do TRT-RS terá roda de conversa com o rapper Emicida

Uma roda de conversa com o rapper Emicida integrará o 2º Fórum Aberto de Educação Antirracista do TRT-RS. O cantor e compositor paulista é um dos principais nomes do hip-hop brasileiro, com letras marcadas por reflexões sobre problemas sociais e a valorização da cultura negra. O evento ocorrerá no dia 12 de novembro, das 15h às 17h, e terá transmissão ao vivo pelo canal da Escola Judicial do TRT-RS no Youtube (Escola Judicial TRT4 – Nucleo de EaD). 

A programação completa do Fórum Antirracista inclui diversas atividades sobre os temas da branquitude e da negritude, entre os dias 9 e 20 de novembro. Todas serão realizadas a distância. Para participar da roda de conversa com o rapper Emicida, basta acessar o canal da EJud4 no Youtube, na data e horário do evento. Para as demais atividades, as inscrições já estão encerradas.

Além da roda de conversa com Emicida, a programação completa do Fórum Antirracista terá dois encontros na plataforma Google Meet, nos dias 13 e 17 de novembro. Nessas datas, serão oportunizados dois horários aos participantes: das 10h às 12h ou das 18h às 20h. Haverá um terceiro encontro no Google Meet, opcional, no dia 20 de novembro, das 15h às 17h, para os participantes e suas famílias. O Fórum também oferecerá nove vídeo-aulas e textos sobre o tema, que ficarão disponíveis aos inscritos do dia 9 ao dia 20 de novembro. 

O 2º Fórum Aberto de Educação Antirracista é promovido pelo Coletivo Negros TRT4, pelo Comitê de Equidade de Gênero, Raça e Diversidade do TRT-RS, pela Ejud4 e pelo Sindicato dos Trabalhadores do Judiciário Federal e do Ministério Público da União no RS (Sintrajufe-RS).

Avaliação e certificação 

Magistrados, servidores e estagiários do TRT-RS receberão certificação de participação no Fórum, condicionada ao preenchimento do formulário de frequência (disponível durante os eventos) e das avaliações de aprendizagem. As listas de presença dos servidores de outros TRTs serão enviadas às demais Escolas Judiciais e o aproveitamento da atividade ficará a critério de cada Tribunal. O público externo não receberá certificação. A carga horária do Fórum é de 10 horas-aula.

Fonte: Secom/TRT4

Deixe uma resposta