CHILE, BOLÍVIA E OS VENTOS (Por Álvaro Barcellos)

  …a ambição de um futuro

                                                              de luz nas asas dos ventos…

                                                              (Renato Teixeira)

Na semana anterior, o resultado nas urnas, na Bolívia, confirmava uma acachapante vitória das forças ligadas à DEMOCRACIA POPULAR – atestando, portanto, a pujança de Evo Morales (golpeado algum tempo antes pela ação voraz e COVARDE do GRANDE CAPITAL).  Agora, todavia, a vitória de Luis Arce, que obtém mais de 55 por cento dos votos válidos ainda no primeiro turno, reforça inegavelmente o legado de Evo – uma vez que ambos lutam na mesma trincheira.

Aqui no Brasil, na contramão dessa importante retomada de ação das forças populares, o (des)governo, em plena Pandemia, apresentou estúpida e irresponsavelmente (como sempre tem feito) PROJETO de PRIVATIZAÇÃO do SUS (sistema único de saúde), que pertence ao POVO BRASLEIRO, e não a um ou outro governo. Pretender a Privatização da Saúde é algo CRIMINOSO. Afinal, SAÚDE NÃO É MERCADORIA. E se o SUS necessita de ajustes (e necessita, claro), sem o SUS seria tudo INCOMPARAVELMENTE PIOR. Seria DRÁSTICO. O povo, altamente empobrecido e desamparado, teria de PAGAR pelos serviços PRIVADOS. E pagar MUITO CARO. Bom SISTEMA de SAÚDE, se estiver nas mãos da Iniciativa Privada, é tão somente para quem PODE PAGAR.

Como a repercussão foi muito forte e respingaria em dividendos políticos muito ruins para a base governista, Bolsonaro recuou. Ao menos até as eleições. Mas NÃO PODEMOS ESQUECER: a Vontade Política de Bolsonaro é ANTIPOVO. E sabemos que a PRIVATIZAÇÃO do SUS é Medida para ELIMINAR os POBRES, condenando-os ao DESCASO e à MORTE…NÃO PODEMOS ESQUECER!!!

No mesmo momento em que dava mais essa tacada Antipovo, Bolsonaro via contrariado algumas luzes se acenderem no Continente (e o MILICIANO sempre preferiu as TREVAS). Mas, depois da eleição boliviana, foi a vez de o POVO CHILENO tomar as ruas no sentido de ENTERRAR o Neoliberalismo e de uma só tacada DERROTAR a constituição dos tempos do DITADOR Pinochet, reconhecido por sua TIRANIA implacável – criminoso, sanguinário, assassino, incentivador do TERROR e da TORTURA…

O Povo Chileno, cansado de tanta perversidade, conseguiu, através do Plebiscito, apontar para um NOVO MOMENTO – novos Ventos – a partir do qual uma Nova Constituição trará ARES de LIBERDADE, capazes de jogar mais LUZ. É preciso lembrar que a REFORMA da PREVIDÊNCIA experimentada pelos chilenos colocou os mais velhos em situação tão DESASSISTIDA e FRAGILIZADA que o país passaria a viver um Drama Terrível com os maiores índices de SUICÍDIO da TERCEIRA IDADE do MUNDO!!

Com a Mobilização POPULAR, a LUTA por AMPLIAÇÃO das LIBERDADES individuais e COLETIVAS volta à Ordem do dia, e faz soprarem outros VENTOS…bem-vindos. Pois convém que se espalhem. Inclusive por aqui, para que voltemos a perceber a Importância das LUTAS Culturais e Políticas e da Conquista e Ampliação dos ESPAÇOS  de LIBERDADE!!!

Fonte: Álvaro Barcellos é colunista da RádioCom

Deixe uma resposta