Covid-19 em Pelotas: mais um óbito e manutenção da classificação para “risco médio” de contágio

Ao todo, já são 4.427 pessoas infectadas, no município, e 129 vidas perdidas para a doença 

Foi publicado, oficialmente, na tarde de ontem, segunda-feira (5), o novo decreto da Prefeitura de Pelotas, que mantém a cidade na classificação de “risco médio” (bandeira laranja) para o contágio da covid-19, do Programa de Distanciamento Controlado do Governo do Estado. Também no dia de ontem, oito novos caos foram registrados, no município, somando-se aos 59 que já haviam sido identificados no último final de semana.

Conforme já apurado e divulgado pela reportagem do Sindicato dos Bancários, o município ostenta a triste marca de liderança para o contágio e as mortes decorrentes do coronavírus, em toda a metade Sul do Estado, deixando a população curiosa para saber quais os critérios que estariam sendo utilizados, nas últimas seis semanas, para que não haja nenhuma alteração nos protocolos de controle do distanciamento social no município.

Para a direção do Sindicato dos Bancários, a alteração, ou não, dos protocolos de segurança, está diretamente relacionada com interesses políticos e, consequentemente, do empresariado local, procurando assegurar apoio nas eleições municipais. Os maiores prejudicados, com a flexibilização nas medidas de prevenção, têm sido os trabalhadores da área da saúde – hoje o grupo com maior número de contaminados pela covid-19 – mas, é bom lembrar, que muitos bancários também estão na linha de frente, atuando dentro das agências, onde há uma grande circulação de pessoas, todos os dias. 

Recentemente, o Sindicato esteve participando de ato, em frente à Prefeitura, pedindo maior atenção e cuidado com os trabalhadores, e demonstrando preocupação, sobretudo, com as pessoas mais humildes, que necessitam do uso do transporte coletivo, e estão sujeitas a maiores riscos de contaminação. O novo decreto, publicado ontem, altera a ocupação do transporte público, permitindo o uso de todos os assentos do ônibus e mais 15 pessoas em pé. 

Fonte: Seeb Imprensa Pelotas, com informações da Prefeitura

Deixe uma resposta