Programa Emancipações estréia hoje na RádioCom

postado em: Cidade, Direitos Humanos, Mídia | 0

Estreia hoje quarta-feira (16), às 18h, uma nova atração na RádioCom 104.5 FM. A iniciativa é do grupo de pesquisa Emancipação, do Programa de Pós-Graduação em Política Social e Direitos Humanos da Universidade Católica de Pelotas (PPG-PSDH/UCPel). A apresentação é do professor e doutor Aleksander Aguilar Antunes e do doutorando Renan Scarano.

O produtor e apresentar do Emancipações, Aleksander Antunes, explica que o programa foi uma forma encontrada pelos participantes do grupo para dinamizar os debates em torno das pesquisas produzidas. O Emancipação, explica Antunes, é um dos seis grupos do PPG-PSDH/UCPel e está inscrito na linha de pesquisa Questão Social, Trabalho, Sociabilidades e Resistências Políticas.

O grupo também está relacionado com o Núcleo de Economia Solidária e Incubação de Cooperativas (NESIC), núcleo de extensão da UCPel com 21 anos de história. “Com esta relação, o Emancipação vem transformando as questões oriundas da extensão em agenda de pesquisa, e com a iniciativa do programa radiofônico Emancipações, devolverá a agenda de pesquisa em extensão.”

Para Antunes os assuntos das linhas de pesquisa são muito variados e dão um caldo jornalístico. A ideia é puxar pesquisas de mestrandos e doutorandos para se tornarem pauta do programa de rádio. “Podemos conjugar assuntos de interesse comunitário com temas de interesse de pesquisa científica”, fala.

Os programas são semanais e as temáticas vão ser desenvolvidas pelos pesquisadores do determinado assunto. “A cada edição esse membro vai ser parte da equipe daquele dia, tanto da produção, quanto da apresentação. É uma forma de envolver todos”, explica.

A proposta ajuda a tirar a pesquisa acadêmica de uma fachada hermética e mostrá-la para a comunidade. “Trazer para o debate comunitário o que está sendo pesquisado academicamente e ao ter essa veiculação midiática o assunto ganhar uma retroalimentação que qualifique a pesquisa.”

Produção on-line

Na de estreia, os apresentadores recebem os professores coordenadores Tiago Nunes e Renato Della Vechia, que falam justamente sobre o que motivou a criação do Emancipações. O programa, de uma hora, é ao vivo e tem pautas programadas até o dia 23 de dezembro. Entre os temas estão: O crescimento das igrejas evangélicas no Brasil; R-existência indígena e as formas de produzir e viver na aldeia gyró; Cooperativas habitacionais e autogestão e O downgrade das relações de trabalho contemporâneas.

Por enquanto, por causa da pandemia, os programas não vão ser feitos em estúdio. Seguindo as orientações das autoridades sanitárias, em função da pandemia de Covid-19, que recomendam o distanciamento social, os encontros serão virtuais. A atração pode ser acompanhado pelo dial do rádio (104.5 FM) e pelas redes sociais da RádicoCom no Facebook e Youtube. O formato digital é visto como um fator positivo pelo grupo, porque possibilita que pesquisadores e outros estados e até de fora do país possam participar.

Entusiasmado com a novidade, Antunes, que já esteve em outros programas da RádioCom, comenta que o Emancipações é graças a uma parceria com o consolidado veículo. “É um espaço muito prezado, por muitos atores da sociedade civil de Pelotas e região, que abriu esse diálogo, como sempre fez”, diz ao lembrar que a rádio costuma ser parceira das universidades do município. “Sempre foi muito presente e esse programa entra nessa mesma tradição de diálogo acadêmico/comunitário.”

Fonte: Com Informações Diário Popular/ Ana Cláudia Dias

Deixe uma resposta