Mulher negra vai ao dentista e é obrigada a vestir saco de lixo para se proteger

postado em: Sem categoria | 0

A esteticista Cristiane Boneta foi ao consultório dentário para finalizar um procedimento, na última quarta-feira (24), e viveu uma experiência surreal. Agentes da clínica Odonto Irmãos Padilha, em Duque de Caxias, no Rio de Janeiro, entregaram sacos de lixo para que Cristiane vestisse, substituindo os EPI’s (Equipamentos de Proteção Individual).

A “proteção” da paciente (Foto: Reprodução / Instagram)

A mulher foi realizar a segunda fase de uma gengivoplastia, procedimento pelo qual pagou um valor total de R$ 1,600. No entanto, a humilhação e a vergonha não têm preço. Cristiane usou as redes sociais para postar relatar o ocorrido.

“Devido a todas as circunstâncias que estamos vivendo e com foco na biossegurança, o que nos assegura a integridade do profissional e do paciente, a minha integridade foi bruscamente violada. Realmente não sei definir se foi racismo ou descaso, mas, como profissional da saúde, certo eu sei que não está. Ontem, para fazer o procedimento da cirurgia, eu tive que vestir sacos de lixo na cabeça (segundo a auxiliar, meu cabelo é muito grande e a touca não comporta) e no corpo para proteger o profissional que iria me atender”, escreveu Boneta, em sua conta no Instagram.

Cristiane registrou toda a situação (Foto: Reprodução / Instagram)

Incrédula com a situação, a esteticista começou a registrar tudo, fotografando e filmando o que estava contecendo. Segundo Cristiane, a justificativa do dentista que a atendeu foi que “o saco estava limpo”.

“Em um ato de desespero, a única arma que eu tenho é o celular e eu comecei a registrar tudo, porque se eu simplesmente te contasse você não iria acreditar. Me senti muito constrangida com a situação e não parava de chorar em todo o procedimento, não por causa do procedimento, mas por causa da situação que ali se passava. Ao entrar no consultório eu questionei o dentista sobre o saco de lixo, e a reposta dele é que o saco estava limpo. Como precisava muito finalizar essa cirurgia, eu acabei me submetendo a essa situação”, relatou.

Nossa reportagem tentou contato com a clínica via telefone, mas não obteve resposta até o momento.

Fonte: Notícia Preta

Deixe uma resposta